07/03/2018

Please reload

Posts Recentes

Gesso 3D na decoração: Sabia mais sobre esse fantástico revestimento que pode transformar completamente o espaço da sua casa

21/11/2017

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Primeiros passos de uma reforma

07/05/2018

   Separamos as primeiras etapas fundamentais de uma reforma, para que o seu sonho se torne realidade – e não um pesadelo.

 

 

 

Ponto de partida:

 

Assim que você decidir que quer reformar o seu lar, analise quais mudanças está buscando. A casa está apresentando problemas, e você quer resolvê-los? A separação dos espaços não faz mais sentido? Ou você cansou e quer uma casa completamente nova? Tenha em mente algumas ideias para facilitar o trabalho do arquiteto ou do engenheiro escolhido.

 

 

Profissionais:

 

Se a ideia for apenas renovar a pintura ou trocar alguns revestimentos do imóvel, é possível fazer o trabalho sozinho. Caso você note alguns problemas estruturais, como fissuras na parede, azulejos ocos ou piso afundado, é essencial contratar um especialista, de preferência um arquiteto ou engenheiro civil. Cuidado para não confiar em quem não entende do assunto e gastar muito mais do que o necessário! O profissional habilitado consegue antecipar os transtornos e evitar erros e atrasos. Além disso, se a reforma envolver qualquer quebra-quebra, ele conseguirá dar um laudo do que precisará ser feito.

 

 

Consultoria:

 

Essa etapa, que consiste em uma conversa com o arquiteto ou engenheiro, determina se a obra será viável para a casa e para o bolso do morador. É necessário mostrar as plantas originais e as fotos dos espaços a serem reformados.

 

 

Projeto:

 

O projeto é importante para garantir que a reforma aconteça dentro das normas e dos prazos. O projeto precisa ser detalhado e é fundamental ser explicado passo a passo a você pelo arquiteto responsável.

 

 

Duração:

 

A reforma começa no momento em que o projeto está sendo planejado. Por causa dessas várias etapas, ela pode levar entre três e seis meses. É preciso reservar no mínimo três meses entre o dia em que se decide fazer uma reforma e o início da obra.
Além disso, é fundamental atrelar o orçamento ao cronograma da obra, já que a definição dos materiais e a escolha dos fornecedores dependem da combinação do preço e do prazo de entrega.

 

 

Materiais:

 

A escolha dos materiais influencia todo o projeto, inclusive em relação a sua qualidade e durabilidade. Usar revestimento de área interna em uma área externa, por exemplo, é algo a evitar, já que o material poderá durar menos se utilizado em lugar errado.

 

 

Documentação:

 

Reformas requerem aprovação do condomínio e também da prefeitura da cidade. Por isso, o projeto com todas as mudanças planejadas é fundamental para obter a autorização.
No caso dos condomínios, qualquer alteração em apartamentos deve ser comunicada e aprovada pelo síndico do prédio, constando a planta com as mudanças, os materiais previstos e o tempo estimado da obra. Além disso, a obra deve respeitar as regras para horários, limpeza das áreas comuns e despejo de entulho.
É recomendável, inclusive, conversar com os vizinhos antes de qualquer obra começar, explicando todos os detalhes, já que uma denúncia na prefeitura pode até embargar o projeto.

 

 

Check List:

 

Aconselhamos pedir, no fim de toda reforma, uma carta de garantia com base no checklist dos serviços que foram contratados.

 

 

Tenha paciência:

 

Não adianta ter pressa para acabar logo. Um trabalho bem feito, com todos os detalhes necessários, resultará em um projeto incrível. Assim que toda a quebradeira acabar, a sensação de casa nova vai fazer tudo ter valido a pena.

 

 

Tags: